quarta-feira, 8 de abril de 2009

Histórias de Amor

flotiesnamoradosmagia10  flotiesnamoradosmagia10testimonialbrP

Queridos amigos!

Este espaço foi criado para que vocês possam dividir conosco suas histórias de amor com seus filhos.

Conte como aconteceu, como foram os primeiros dias de convívio com seu(s) filho(s) e como estão as coisas agora.

Mande sua história para o e-mail de contato do blog que eu a postarei aqui.

filhosadotivos@globo.com

Conto com vocês!!!

Clique no link para ler as "Histórias de Amor" :

13 comentários:

lilianegalletta disse...

Lindas histórias postadas aqui. Parabéns a cada família formada, parabéns ao blog, parabéns Letícia.

Anônimo disse...

As histórias são lindas!!!!
Espero um dia postar a nossa história, pois afinal estamos há 6 meses fazendo parte do Cadastro Nacional, a espero dos nossos filhos, sentimos que eles estão próximos.....
Letícia, parabéns pelo blog, realmente ele tem me ajudado muito neste período de espera.
Beijos!!!
Juliana Lupoli - Cotia - SP

formigona quer ser magra disse...

ADORO SABER TUDO SOBRE ADOÇAO TENHO UM FILHO MARAVILHOSOOOOOOOOOOOO ADOTAMOS ELE COM TRES DIAS É MEU FILHO SO NAO GEREI MAS AMOOOOOOO DEMAI NAO CONSIGO IMAGINAR COMO SERIA NOSSAS VIDAS SEM ELE AGRADEÇO SEMPRE A DEUS E TAMBEM A MAE BIOLOGICA POIS SEI QUE SE NAO TIVESSE MEU FILHO HOJE NAO SERIA ASSIM TAO FELIZ E REALIZADA

Joni disse...

Encontrei este blog por acaso.
Também eu tenho um filhote muito especial em vários sentidos: é adoptado, tem cor diferente da minha e tem mais um pormenor que o torna muito especial... tem sindrome de down.
Passem no blog dele: http://otesourinho.blogspot.com

Letícia Godoy disse...

Formigona e Joni,

Dividam suas histórias conosco, eu e os amigos que visitam aqui tb adoramos histórias de amor.

Beijinhos nos corações

fabiana disse...

Que bacana este blog! Tenho duas filhas do coração e são tudo na minha vida! agora estou passando por uma fase de perguntas e por mais que eu e meu marido sejamos confiantes que nosso amor é a maior explicação...dá um friozinho na barriga simmm!! Mas tá! eu sabia que esta hora iria chegar! Beijos em minhas amigas de coragem e de gd coração ! ESTOU FELIZ EM ENCONTRA LAS AQUI!! BJS FABIANA A.

Anônimo disse...

boa noite

se a mae , mim ter o seu bebe para mim adotar,
como eu fazor legalmente

Sany Sena disse...

Drielle e Bruno são meus anjos e me orgulho de tê-los em minha vida.Estão comigo há 12 anos e não saberia viver sem eles!!

Anônimo disse...

Olá Letícia, encontrei seu blog no blog da Fada da Adoção. Tenho 39 anos e sou filha adotiva e em janeiro deste ano ela me localizou, é uma bela história e estou há menos de uma semana para ir encontrá-la, te mando este recado porque pouco encontrei histórias de quem foi adotado e foi ou vai conhecer esta mãe e saber os motivos desta opção dela. Realizar este encontro foi uma gestação para mim, passei por muitas fases, negação, proteção, raiva, perdão enfim, tem uma novela para você, se você quiser.
e-mail: patggmarques@hotmail.com

Anônimo disse...

Meu nome é Kallindy Coimbra Borges de Castro tenho 22 anos nasce em Araguaína tocantins ,solteira não tenho filhos.
Pois o unico motivo da minha existenncia ate hoje é de encontras meus pais biologicos que mederam assim que eu nasce em araguaina .
Pois nao tenho nen um paradero deles e nen nomes so seu que fui deixada ro bairro senador em Araguaina em 1989 para um casal,
que tinha tres filhos dois homens e uma mulher e o nome dos meus pais adotivo são Pedro Ursulino Coimbra de Castro e Iraci de Oliveira Borges de Castro.
Hoje vivo perla busca de encontrar meus pais biologico so assim se um dia eu chegar a nao viver mais ficarei feliz por ter descobrido o meu passado que hoje se torna na minha vida ,
o meu presente .
Conto com a ajuda de você..
obrigado por criar esse site que ajuda muitas pessoas a encontrar seus familiares que não conhecem.

Anônimo disse...

o meu email e kallind-gata89@hotmail.com ...
Para voce que quer me ajudar ..kallindy.

Anônimo disse...

Eu também tenho uma história de adoção para contar, só que o final não foi feliz.
Eu e minhas filhas fizemos trabalho filantrópico em um abrigo em BH, por uns tempos, e nos apaixonamos por uma menina de 5 anos, que apadrinhamos, e que pedimos para adotá-la. Logo que comunicamos às dirigentes do abrigo que queríamos ficar com ela, elas a enviaram para conviver com um casal que estava na fila de adoção.. Esta criança, chorou muito, implorou, suplicou a mim e ao abrigo que deixassem ela ficar conosco. Sensibilizada e com muita vontade de tê-la corremos atras de curso para habilitalção, advogado, tudo e durante um ano e um mês, não tivemos mais contato com ela, apenas notícias de que continuava chorando e chamando por nós. Depositamos todas as bnossas esperanças, esperamos, lutamos, tudo até o dia da audiência onde o juiz iria ouvi-la. Nós a reencontramos na sala de espera e foi emocionante, ela não desgrudou dos nossos pescoços, chorava e ria , ao mesmo tempo e a própria senhora guardiã, nos disse , que ela chorava todos os dias, chamando por nós. Quando ela foi chamada à frente do juiz e da promotora, sozinha, ela disse com toda convicção, que ela queria ficar conosco, mas depois de 4 meses da audiência veio a dcisão do juiz, de que era melhor deix~´a-la onde está pq se passou muito tempo. O sofrimento está grande, minhas filhas já até adoeceram e penso nela, sem uma resposta, achou que já íammos lev´-la depois da audiencia e agora ela n veio...q sofrimento...q saudade....Aloisia

Anônimo disse...

obrigada por fazer parte da nossa historia, precisamos muito de toda esta ajuda.

Postar um comentário

Blog Widget by LinkWithin
 
BlogBlogs.Com.Br
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios e Costumizado por Letícia Godoy